14,81 

Eu Canto e a Montanha Dança

Um dos romances mais surpreendentes e de maior sucesso da literatura catalã e europeia.

Prémio da União Europeia para a Literatura

749 em stock

Também disponível em EBOOK:

Características

Chancela Cavalo de Ferro

Autor(a) Irene Solà

Tradutor Rita Custódio e Àlex Tarradellas
ISBN 9789897875540
Data de publicação Abril de 2024
Edição atual 1.ª
Páginas 192
Apresentação capa mole
Dimensões 150x225mm

Coleção Cavalo de Ferro

Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

Prémio Anagrama de Romance
Finalista do National Book Critics Circle

As altas montanhas dos Pirenéus catalães são uma terra de fronteira, assombrada pela memória dos séculos e das gerações passadas. A sua sabedoria escapa à compreensão humana e é eterna, ao contrário do amor, da guerra ou da dor. Uns dizem que essas montanhas são fonte de vida. Outros, que a cada dez anosmorre alguém fulminado por um raio no meio dos penhascos.
É essa a tragédia que se abate sobre Domènec de Matavaques, o camponês poeta. Pouco depois desse acontecimento, rodeiam o seu corpo inerte os fantasmas de quatro bruxas. Em casa, no sopé da montanha, Sió, agora jovem viúva, vê-se obrigada a cuidar sozinha de duas crianças e de um velho sogro…

Em Eu Canto e a Montanha Dança, um dos romances mais surpreendentes e de maior sucesso da literatura catalã contemporânea, Irene Solà faz nascer, para lá do tempo e da história, um mundo poético e mítico, de uma beleza tão selvagem quanto visceral; um mundo cantado a várias vozes, por vários protagonistas – mulheres e homens, animais, espíritos ou nuvens – que, além do drama humano, anunciam e celebram o imutável ciclo da vida.

Os elogios da crítica:

«Belíssimo romance polifónico (…) Uma prosa espantosamente ágil, mas que nunca perde o foco.»
José Mário Silva, Expresso [5 estrelas]

«O que triunfa em toda a história é a alegria de narrar.»
El País

«Uma exibição literária avassaladora.»
La Vanguardia

«Um romance extraordinário… Há beleza em cada página, uma paixão desmedida pela escrita, pelas palavras, pelas paisagens narradas, pelas criaturas criadas.»
Time Out

«Uma homenagem polifónica à Catalunha.»
The Times Literary Supplement

«Parte da função do escritor é transportar o leitor para o desconhecido e o inimaginável. Em Eu Canto e a Montanha Dança, Irene Solà cumpre essa função com talento.»
Washington Independent Review of Books

«[Um romance] que cintila com vida humana e não-humana, com os vivos e osmortos, com o tempo de hoje e o passado distante, uma fábula universal, divertida e profundamente tocante.»
Max Porter

«Há tanta beleza neste maravilhoso romance polifónico que cada página nos faz apaixonar novamente pela natureza, pela imaginação, pelas palavras, pela vida. Atemporal e único.»
Mariana Enriquez

Do mesmo autor
Nenhum resultado encontrado.
Outras sugestões

14,93 

O Falecido Mattia Pascal

20,66 

Vernon Subutex 3

16,61 

Flores

12,92 

A Honra Perdida de Katharina Blum

14,36 

Sob a Estrela do Outono

15,92 

Menina (Edna O Brien)

Artigos relacionados com o autor
Nenhum resultado encontrado.