13,05 

Depois de morrer aconteceram-me muitas coisas

«E não havia maneira de me habituar a viver morto.»

Esgotado

Temporariamente Esgotado. Opções de compra:

Características

Chancela Alfaguara

Autor(a) Ricardo Adolfo

ISBN 9789896720056
Data de publicação Setembro de 2009
Páginas 200
Apresentação capa mole
Dimensões 0x0mm

Coleção Alfaguara

Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

Brito é imigrante ilegal numa cidade que não conhece e cuja língua não fala.

Um domingo à tarde, depois da volta das montras, perde-se a caminho de casa com a mulher e o filho pequeno. E como acredita que para tomar uma decisão acertada tem de fazer o contrário daquilo que acha que está correcto, o regresso a casa revela-se impossível.

Depois de uma noite na rua, Brito percebe que se não pedir ajuda pode ficar perdido para sempre, mas se o fizer pode arruinar o sonho de uma vida nova.

Em pouco mais de vinte e quatro horas, Depois de morrer aconteceram-me muitas coisas explora o que é viver imigrado dentro de si mesmo – mais difícil do que qualquer exílio.

Os elogios da crítica:

“A nova literatura portuguesa passa obrigatoriamente por aqui”. — Valter Hugo Mãe

“Uma leitura sublime; um português que escreve livros como o Almodóvar faz filmes”. — Neon, Alemanha, 2008

Do mesmo autor

15,21 

Mizé – Antes galdéria do que normal e remediada

14,31 

Tóquio vive longe da Terra

13,05 

Maria dos canos serrados

Outras sugestões

13,91 

Terceiro andar sem elevador

13,41 

A denúncia

17,50 

Conduz o Teu Arado Sobre os Ossos dos Mortos

18,41 

Ao ritmo do Harlem

14,98 

Essa gente

19,30 

Os Frutos da Terra

Artigos relacionados com o autor
Nenhum resultado encontrado.