14,99 

Annie John

A obra-prima de uma das mais aclamadas escritoras norte-americanas das últimas décadas, até agora inédita em Portugal.

Autora vencedora dos prémios:
Guggenheim Award for Fiction | Prix Femina Etranger
Royal Society of Literature | Paris Review Hadada Prize

445 em stock

Também disponível em EBOOK:

Características

Chancela Alfaguara

Autor(a) Jamaica Kincaid

Tradutor Alda Rodrigues
ISBN 9789897876134
Data de publicação Abril de 2024
Edição atual 1.ª
Páginas 192
Apresentação capa mole
Dimensões 150x235mm

Coleção Alfaguara

Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

Declinando um tema universal — a perda da infância —, este romance de Jamaica Kincaid conta a assombrosa história de Annie, uma protagonista de inesquecível rebeldia que fez nascer uma voz literária incontornável.

Filha única adorada, Annie vive uma infância idílica numa ilha paradisíaca do Caribe. O centro do seu pequeno mundo é a mãe, presença poderosa e benigna, de quem é inseparável. Mas, como em todos os paraísos, há uma serpente à espreita em algum recanto. Quando faz doze anos, tudo muda: começa a questionar o seu pequeno universo insular; revolta-se na escola; estabelece intensas amizades com outras raparigas; e a relação simbiótica com a mãe, até então seu porto seguro, transfigura-se em tensão e rivalidade.

O desvio na rota prossegue, de formas misteriosas até para a própria Annie: resiste ao casamento como destino inevitável; teme o futuro na ilha; cai sem remédio na melancolia do espírito. Quando chegam ao fim os anos de escola, Annie decide abandonar a ilha e a família. Nesta viagem sem retorno, leva consigo o luto pelo amor da mãe, o luto pela própria inocência.

Com notável mestria literária, Jamaica Kincaid exibe neste romance a sua voz encantatória e pungente, irónica e inconformista. Annie John é uma narrativa universalmente familiar, que desata o nó dos complexos laços maternos e abre caminho a todas as descobertas.

Os elogios da crítica:

«Se por um lado Annie John encaixa perfeitamente na estrutura clássica do bildungsroman, reduzir este livro a uma mera variação desse arquétipo narrativo seria de uma injustiça flagrante, porque a sua riqueza literária (…) está na forma como nos transporta, de forma não linear, para as exultações, agruras e angústias do crescimento psicológico. (…) Memórias que oscilam entre a luz forte da felicidade e a treva das dúvidas juvenis, num registo de grande fluência rítima e delicado lirismo, muito bem captado pela excelente tradução de Alda Rodrigues.»
José Mário Silva, Expresso

«Uma escritora irresistível e avassaladora, esplêndida na sua simplicidade.»
Susan Sontag

«Uma história tão comovente e reconhecível, que todos podemos ver-nos refletidosnela. Essa é a maior força do romance: a sua sabedoria e autenticidade.»
The New York Times Book Review

«Não recordo nenhum outro escritor cuja voz contenha tamanha intensidade de raiva e de amor. É uma sonoridade mágica, litúrgica, cheia de música.»
Mona Simpson, The Paris Review

«Uma prosa cirúrgica, irónica e impressiva. […] Jamaica Kincaid transcende o tempo e a categorização. […] É uma das grandes cronistas das dinâmicas de família no século XX.»
Jane Smiley, The Guardian

«Jamaica Kincaid reuniu, neste breve romance de histórias interligadas, um conjunto de valiosas intuições sobre a complexa relação entre mães e filhas.»
The New York Times

«Um romance cuja poesia assenta nos pormenores e numa cuidadosa representação da vida da heroína adolescente.»
The Washington Post

«Fontes bem informadas em Estocolmo sussurram há vários anos o nome de Jamaica Kincaid como séria candidata ao Prémio Nobel de Literatura.»
La Vanguardia

Do mesmo autor
Nenhum resultado encontrado.
Outras sugestões

17,51 

O Eu É um Outro (Septologia III-V)

16,61 

Vamos todos morrer

15,21 

Dois irmãos

15,25 

Quartos de Final e Outras Histórias

13,77 

Fim

14,81 

A Subtração

Artigos relacionados com o autor
Nenhum resultado encontrado.