14,99 

A Tília (seguido de) Aniversário

Volume que reúne duas das mais conhecidas novelitas de César Aira e constitui uma porta de entrada para o universo literário único deste autor de culto.

775 em stock

Também disponível em EBOOK:

Características

Chancela Cavalo de Ferro

Autor(a) César Aira

Tradutor Miguel Filipe Mochila
ISBN 9789896239879
Data de publicação Setembro de 2023
Edição atual 1.ª
Páginas 152
Apresentação capa mole
Dimensões 150x225mm

Coleção Cavalo de Ferro

Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

No princípio era o chá de tília que o pai, vítima de insónia, preparava. Rumava de bicicleta até à Praça de Pringles, onde numa fileira destas árvores, cujas florzinhas colhia para o seu chá, se destacava um exemplar, admirável e grandioso, a «Tília Monstra». Consigo levava o seu único filho, ainda pequenino, aquele que mais tarde contaria esta e tantas outras histórias para recuperar o seu velho eu e compreender a sua vida: a dos seus pais e do quarto apertado onde todos viviam, a das primeiras amizades e espantos, a da descoberta da vírgula.

Em Aniversário, encontramos a personagem de um célebre escritor que, ao cumprir os cinquenta anos, época de balanços e de recomeços, aproveita a surpreendente descoberta da sua ignorância sobre as fases da Lua para reflectir, com ilimitada fantasia e humor desarmante, acerca de «todas as coisas que julgava saber e que na verdade não sabia».

Porta de entrada para um universo literário único, este volume reúne de forma inédita duas das mais conhecidas novelitas de César Aira, nas quais, sob o signo da memória, o autor nos guia por dois momentos-chave da existência: a infância e a meia-idade.

Os elogios da crítica:

«”A Tília” e “Aniversário” têm em comum uma certa ambiguidade: uma novela ao jeito de exercício de anamnese e um ensaio biográfico que se confunde com uma teoria da ficção. Em comum, também, o mesmo cepticismo memorialístico.»

Pedro Mexia, Expresso[4 estrelas]

«Quando se começa a ler Aira, já não se consegue parar.»
Roberto Bolaño

«Calculo que César Aira se torne o primeiro Prémio Nobel de Literatura da Argentina.»
Carlos Fuentes

«César Aira é um miniaturista exímio que brinca com técnicas vanguardistas.»
The Wall Street Journal

«O estilo de Aira é estranhamente libertador. De leitura compulsiva.»
The Financial Times

«É preciso viajar até ao sul da Argentina para se descobrir o autor de língua castelhana mais original, impressionante, entusiasmante e subversivo do nosso tempo: César Aira.»
El País

«Aira é uma das vozes mais difíceis de classificar da actual literatura de língua castelhana. Inclassificável devido à sua originalidade, ao seu génio, à sua sabedoria e ao seu talento narrativo dotado de uma rara mistura de humor, figuras de retórica e reflexões perspicazes.»
El Cultural

«Aira é um escritor inaudito.»
El Confidencial

«Um dos escritores mais provocadores e idiossincráticos da actualidade. Imperdível.»
The New York Times

Do mesmo autor
Nenhum resultado encontrado.
Outras sugestões

14,99 

Ave Mary

14,36 

Enciclopédia da Estória Universal: Mar (Enciclopédia da Estória Universal 3)

11,66 

O mapa e o território (Livro de Bolso)

14,93 

Jezabel

23,92 

Aulas de Literatura – Berkeley, 1980

17,01 

O meu nome era Eileen

Artigos relacionados com o autor
Nenhum resultado encontrado.