19,71 

A possibilidade de uma ilha

A obra-prima de Michel Houellebecq

Vencedor do Prémio Interallié * Finalista do Prémio Goncourt

Mais de 500 mil exemplares vendidos

Recomendado pelo Plano Nacional de Leitura

516 em stock

Características

Chancela Alfaguara

ISBN 9789896655037
Data de publicação Abril de 2018
Páginas 432
Dimensões 125x190x13mm

Coleção Alfaguara

Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

Plano Nacional de Leitura

Literatura – Maiores de 18 anos

A humanidade desapareceu. E com ela o amor, as emoções e o culto da eterna juventude.

Num futuro inquietante, o mundo é habitado por clones de seres humanos extintos. Estes clones parecem ter pago a imortalidade com a perda da capacidade de sentir emoções autênticas. Neste mundo, Daniel24 e Daniel25, duas misteriosas personagens, encontram o diário do seu antecessor, Daniel1, famoso pelos pensamentos cáusticos e provocadores, imbuídos de uma visão fria e cruel da existência. A leitura destes diários levará Daniel25 a partir em procura de uma possível ilha utópica, pondo em risco a sua imortalidade.

Com A possibilidade de uma ilha, a voz mais irreverente das letras francesas consegue mais uma vez provocar e emocionar com a criação de um mundo que se parece perigosamente ao nosso.

Uma poderosa reflexão sobre o sentido da vida, uma elegia da humanidade e do amor, uma celebração de tudo o que temos e que corremos o risco de perder.

Os elogios da crítica:
«Uma reflexão sobre o poder do amor.»
Le Monde

«Um romance que abala profundamente. Tem a força visionária de Aldous Huxley e a crueldade de Evelyn Waugh.»
David Coward, The Times Literary Supplement

«O melhor romance do milénio.»
Fernando Arrabal

«Houellebecq faz arte com a sua escrita franca, precisa, crua e real. Além das teses sobre o fim das religiões e sobre o “homem novo”, este é sobretudo um livro sobre o medo.»
Volker Weidermann, Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung

«Divertido, brutal e rebelde.»
The Economist

«O tema que este romance melhor trata é aquele que nunca menciona: o amor.»
Iggy Pop

«Houellebecq antecipou a chegada da desumanização. Percebeu que o clima de liberdade em que vivemos não passa de mais uma exortação.»
Yasmina Reza

«Fascinante, engenhoso, brilhante e mordaz.»
The New York Times Book Review

«Um romance deslumbrante, hilariante, por vezes repelente e sufocante.»
L’Express

«Houellebecq conseguiu neste romance, talvez melhor que nunca, pôr um dedo na ferida humana e esfregá-la para fazer doer.»
Germán Gullón, El Cultural

Do mesmo autor

18,41 

As partículas elementares

17,95 

Serotonina

11,66 

O mapa e o território (Livro de Bolso)

11,65 

Serotonina (Livro de Bolso)

17,96 

Plataforma

17,95 

Submissão

11,65 

Submissão (Livro de Bolso)

12,15 

Lanzarote

22,46 

Aniquilação

18,86 

O mapa e o território

15,26 

Extensão do domínio da luta

18,86 

Intervenções

Outras sugestões

14,93 

A Tempestade

16,97 

Estrada para Los Angeles

17,95 

A Balada de Iza

16,97 

O terceiro país

15,29 

Até os Cães

13,94 

Histórias de Cronópios e de Famas

Artigos relacionados com o autor
Nenhum resultado encontrado.